Dicas de Viagens para o Nordeste

pacotesmaisbaratos_maceio

O Nordeste brasileiro é conhecido em todo o mundo pela sua grande costa litorânea, que é repleta de praias maravilhosas com águas límpidas e banco de corais intocados pelo progresso. Além disso, a região tem belíssimas paisagens naturais, compostas por dunas e vegetações.

A área oferece uma das maiores redes hoteleiras da América Latina, com opções de hospedagens para todos os gostos e bolsos, desde pousadas e albergues até resorts de luxo. O aspecto cultural é outro atrativo da região, que dispõe de uma culinária diferente e riquíssima, além de artesanato e arte local – sem contar as animadas festas que duram dias seguidos.

O nordeste conta ainda com modernos aeroportos, espalhados pelas principais cidades e capitais, sendo que o Aeroporto Internacional de Recife (Gilberto Freyre) é considerado um dos melhores do Brasil.

Clima da Região Nordeste

Um dos principais atrativos da região Nordeste é a alta temperatura, que permanece quente ou amena durante todo o ano. As temperaturas médias dos Estados nordestinos variam, anualmente, de 20 a 28 graus, sendo que no Verão os termômetros costumam ultrapassar os 33 graus. Porém, a região litorânea do Nordeste apresenta a típica e agradável brisa que vem do oceano, refrescando os moradores e turistas nos dias em que o sol brilha mais intensamente.

Na região predominam dois tipos de clima: Tropical (ao Sul) – que apresenta estações bem definidas, como épocas chuvosas e de seca; e Semiárido (Centro e ao Norte), com temperaturas elevadas e chuvas irregulares.

Principais atrações

As belíssimas praias do Nordeste não devem deixar de ser conhecidas por quem viaja para a região. Entre as principais praias estão Arraial d’Ajuda (BA), Jericoacoara (CE), Morro de São Paulo (BA), Pirambu (SE), Pajuçara (AL), Maragogi (AL), Porto de Galinhas (PE), Itamaracá (PE), Tambaba (PB), Praia do Pipa (RN) e Pedra do Sal (PI).

A gastronomia também é um dos destaques do Nordeste, que oferece uma saborosa e variada culinária típica, com peixes, frutos do mar e especiarias. Culturalmente, a região promove festas populares, como o Carnaval e São João, as quais reúnem milhões de pessoas. Já a população local costuma ser muito receptiva e hospitaleira.

Como chegar?

O transporte aéreo é a melhor opção para chegar à maravilhosa região nordestina do Brasil. Entre os principais aeroportos da região estão o Aeroporto Internacional dos Guararapes Gilberto Freyre (Recife), o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares (Maceió), o Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães (Salvador), o Aeroporto Internacional Pinto Martins (Fortaleza), o Aeroporto Internacional de Aracaju (Aracaju), o Aeroporto Internacional Augusto Severo (Natal) e o Aeroporto de Porto Seguro (Porto Seguro).

O que levar na mala?

O calor predomina no Nordeste, portanto não devem faltar peças confortáveis e leves na mala, além de trajes de banho. Sapatos abertos, como sandálias e chinelos, também são boas opções para calçar. À noite, porém, costuma haver queda de temperatura, e uma malha fina pode ser necessária. Não se esqueça também do protetor solar.

Viajar de avião para a região Nordeste é a melhor opção para fazer uma viagem confortável e segura. A Azul oferece diversas promoções de passagens quando compradas antecipadamente, além de pacotes aéreos, que saem mais em conta.

Conteúdo site Azul.

Dicas para evitar que sua mala seja roubada

Além do medo de ter as bagagens roubadas nos terminais e arredores do aeroporto, os viajantes têm mais uma razão para se preocupar com o sumiço dos seus pertences. São cada vez mais frequentes os casos de extravio ou furto de objetos de dentro das malas despachadas, ainda na área restrita a funcionários.

- Vídeo: Furto de bagagem cresce nos aeroportos

Em muitos casos, a bagagem é aberta cuidadosamente, os itens mais valiosos são retirados, ela é fechada e colocada de volta na esteira. O viajante nem percebe a violação e só dá pela falta de alguns pertences ao chegar em casa ou no hotel. (Veja no vídeo como uma mala pode ser facilmente aberta)

Só no Aeroporto Internacional de Guarulhos, foram 1.389 casos de furtos desse tipo no ano passado. Um aumento de 76% em relação a 2010. Segundo a polícia, a maioria das ocorrências de furto registradas na delegacia da Polícia Civil, no aeroporto, é referente ao extravio de bagagens. Os números reais, no entanto, podem ser ainda maiores, já que muitas pessoas notificam a companhia aérea, mas não registram queixa.

O que fazer em caso de roubo e extravio

De acordo com a lei, a empresa aérea é responsável pelas malas do momento em que ela é despachada até o recebimento das mesmas pelo passageiro. Caso a bagagem seja extraviada, danificada ou algum pertence seja roubado, é preciso fazer a declaração de irregularidade de bagagem, apresentando o comprovante de despacho, no guichê da empresa aérea, ainda na sala de desembarque. As companhias aéreas não aceitam reclamações posteriores. As empresas calculam o ressarcimento pela Convenção de Montreal e o Código Brasileiro de Aviação e ele deve ser feito em até 30 dias. Como o valor costuma ser considerado baixo, muitos passageiros optam por entrar com uma ação na justiça. (Saiba mais sobre os direitos se sua mala for extraviada).

Para reduzir as chances desse transtorno acontecer com você, confira algumas dicas:

Em casa

Esconda objetos de valor no fundo da mala.

1. Pense duas vezes antes de comprar uma mala sofisticada. Bagagens novas e de grife tendem a chamar a atenção dos bandidos por serem indicativo de alto poder aquisitivo.

2. Personalize a mala com fitas coloridas e adesivos para facilitar sua identificação. Dessa forma, as chances de alguém levá-la por engano são menores.

3. Faça sua mala se destacar. Os bandidos costumam furtar peças comuns que se assemelham à de tantos outros passageiros, como as pretas de rodinhas, por chamarem menos atenção. Portanto, considere comprar uma bagagem de cores chamativas ou decore a sua com fitas e acessórios coloridos.

4. Coloque os itens mais valiosos no fundo da mala. Com poucos minutos para fazer o assalto, os bandidos tendem a pegar o que está no topo ou nos bolsos.

5. Disfarce os produtos de valor acomodando-os dentro da mala em embalagens que não despertam a atenção, como uma bolsa térmica ou uma fralda de bebê, por exemplo.

6. Identifique a sua mala com uma etiqueta ou adesivo com seu nome, endereço e telefone. Isto poderá auxiliar na localização, no caso de extravio.

7. Se for necessário despachar equipamentos ou produtos eletrônicos de valor, vale a pena tirar fotos dos produtos que está carregando. Isto poderá lhe ajudar a comprovar o valor da sua bagagem caso precise acionar o seguro ou entrar com uma ação judicial. Não se esqueça também de guardar as notas fiscais dos produtos adquiridos na viagem.

8. É possível declarar à empresa aérea os itens contidos na mala despachada, com os respectivos valores, ainda no check-in. O atendente deve ficar com uma cópia da lista e entregar outra assinada ao passageiro. Nesse caso, a empresa aérea poderá verificar o conteúdo listado e cobrar um adicional sobre o valor declarado.

9. Para não despertar a atenção dos bandidos, tire os produtos comprados da caixa e arranque a etiqueta. Os presentes para a família e os amigos também devem ser levados sem embalagem.

10. Não coloque objetos de valor, como joias, dinheiro e cartões de crédito, na mala que será despachada. Eles devem ser transportados na mala de mão. O mesmo vale para produtos eletrônicos, como máquinas fotográficas, laptops e celulares, produtos bastante visados pelos bandidos. Outros itens que costumam ser alvo dos meliantes são brinquedos, bolsas e perfumes importados.

11. Viaje leve. Há muitas vantagens em arrumar a mala de modo a levar apenas o essencial. Além de ter menos coisas para carregar, supervisionar e tirar da esteira, são menos itens para checar ao chegar ao destino. Sempre que possível, viaje só com a mala de mão.

12. Se for possível, opte por voos diretos. Quanto maior o número de conexões, maiores são as chances da sua mala se perder pelo caminho.

No aeroporto

13. Considere plastificar a mala para garantir segurança extra. Apesar dos cadeados serem um empecilho a mais para a ação dos bandidos, eles podem ser facilmente abertos. A embalagem plástica dificulta a violação.

14. Não descuide da mala deixando-a sozinha, nem mesmo enquanto estiver no café, na livraria ou no banheiro.

15. Vá para a esteira buscar a sua mala assim que desembarcar do avião. Afinal, nada mais tentador do que uma mala rodando várias vezes sem ninguém para pegá-la.

16. Chegue ao aeroporto no horário recomendado. Check-ins nos últimos minutos aumentam a chance de alguma confusão e a mala ser enviada para outro destino.

17. Antes de despachar, verifique se sua mala foi identificada para o destino correto pela atendente da companhia aérea.

18. Ao pegar a sua mala na esteira, abra-a e confira se nada foi furtado, ainda que não haja sinais de violação. As empresas aéreas não aceitam reclamações após a saída da sala de desembarque.

Conteúdo do site ig.

Como funciona o seguro viagem

Seguro Viagem

Você saiu de férias e, no meio do passeio caiu e quebrou um braço. Ou então envolveu-se em algum incidente e foi parar no xadrez. O que fazer? O ­seguro de viagem cobre uma série de imprevistos que podem frustrar as férias de qualquer viajante. Além de oferecer auxílio médico e odontológico, o plano pode incluir ainda a cobertura de gastos com advogados e fianças no exterior, repatriação em caso de morte e até o extravio de bagagem pela companhia aérea.

Há outro serviço conhecido como assistência de viagem. Se o segurado estiver com dor de dente ou com qualquer outro problema coberto pelo plano, basta entrar em contato com a central de atendimento. A empresa se responsabilizará pela busca do profissional ou serviço solicitado e cobrirá todas as despesas. Quem tem um seguro de viagem deve contatar os profissionais por conta própria.

Além de oferecer atendimento médico, odontológico e jurídico, os planos também podem incluir: seguro para acidentes pessoais; indenização por morte; remoção ou repatriamento por morte, enfermidade ou acidente; seguro por perda e serviço de busca e localização de bagagem; seguro de cancelamento de viagem, entre outros serviços.

Quando e como comprar o seguro viagem

Comprar ou não o plano depende de cada viajante. A opção pode ser por um seguro viagem ou pela assistência de viagem. No caso do seguro viagem, a cobertura é por evento, ou seja, o segurado tem direito ao valor integral do plano em cada situação. Já na assistência, há um limite que é descontado por circunstância. Além disso, em um seguro viagem, não há limite de idade. Na assistência, o usuário com mais de 60 anos pode ter de pagar um acréscimo de 50% no valor do serviço. Para os viajantes que gostam de emoções mais fortes, no seguro viagem há cobertura mundial para todos os esportes de risco. Na assistência, o plano é internacional e só cobre práticas de esqui.

Há países e programas de intercâmbio que exigem a aquisição do seguro. Os países signatários do Tratado de Schengen exigem um seguro com assistência médica que cubra pelo menos despesas no valor de 30 mil euros daqueles que pretendem permanecer mais de 90 dias em seu território. Fazem parte do tratado: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Itália, Islândia, Holanda, Luxemburgo, Noruega, Portugal e Suécia.

Para solicitar um seguro ou assistência de viagem, é necessário entrar em contato com um agente de viagens. Em muitos pacotes turísticos, um seguro básico geralmente já está incluído. Mas há diversas modalidades. Os mais simples e baratos cobrem apenas eventos comuns enquanto os mais completos e caros abrangem doenças pré-existentes e problemas de saúde decorrentes da prática de esportes radicais (como esqui e mergulho).

Alguns cartões de crédito internacionais também oferecem serviços como assistência médica e jurídica. Mas, antes de viajar o usuário tem de se informar sobre o valor da franquia e se para ter o direito ao seguro é necessário comprar a passagem aérea com o cartão.

Mais vantagens do que desvantagens

Como ninguém pode adivinhar os imprevistos que podem ocorrer durante uma viagem, o seguro pode ser uma proteção contra dores de cabeça. Enquanto em viagem pelo Brasil, o turista pode contar com o seu plano pessoal de saúde ou com o atendimento na rede do Serviço Único de Saúde (SUS).

No exterior isso é mais complicado. A barreira da língua e a falta de serviço público de saúde em muitos países pode tornar uma doença simples em um gasto muito acima de suas possibilidades. Para esses casos, o seguro viagem é a melhor alternativa, pois, dependendo do plano contratado, cobrirá todas as depesas que, por ventura, o viajante possa ter.

A única desvantagem de comprar um seguro seria não usá-lo, pois não há reembolso do que foi pago. Mas, isso também é uma vantagem: afinal, quem gosta de sofrer um imprevisto enquanto está viajando?

Conteúdo do site uol.

Como arrumar uma mala de viagem

A mala é essencial em uma viagem, mas pode virar um estorvo quando arrumada sem critérios. Não é à toa que no Brasil o utensílio já virou sinônimo para gente chata. Existem alguns truques que ajudam na hora de escolher os pertences e organizá-los no espaço compartimentado, que parece muitas vezes ser insuficiente:

1.Separe objetos de uso obrigatório – óculos, lente de contato, remédios e escova e pasta de dentes – e coloque-os em uma mala de mão, juntamente com passagens, uma muda de roupas para imprevistos, câmera fotográfica e objetos de valor;
2.Embale produtos líquidos em sacos plásticos. Ganhe espaço usando embalagens reduzidas para shampoos, condicionadores e perfumes. Esse cuidado evita que roupas sejam manchadas em caso de vazamentos;
3.Opte por roupas versáteis, que possam ser usadas de dia ou de noite e que permitam combinações;
4.Escolha uma mala com rodinhas. No final da viagem, quando a mala certamente estará mais pesada, elas vão fazer diferença.

Separados os pertencentes, é hora de organizá-los na mala.

1.Embale meias e roupas íntimas em saquinhos de tela ou de pano e coloque-os dentros dos sapatos;
2.Coloque no fundo da mala os sapatos embalados em saquinhos. Opte por levar três pares de sapatos-coringa: um formal, um informal e uma sandália;
3.Coloque as calças sobre os sapatos com as as pernas para fora da mala. Você só vai dobrá-las depois de colocar as outras peças. Elas não ficarão amassadas;
4.Vire casacos e paletós do avesso e, com as mangas para dentro, dobre-os ao ao meio uma vez e coloque-os sobre as calças;
5.Vestidos e saias também vão do avesso, dobrados ao meio, sobre os casacos e os paletós;
6.Enrole camisetas e blusinhas e arrume-as sobre as saias e os vestidos;
7.Enrole os cintos e os acessórios e coloque-os nos vãos livres. Se a viagem for de avião, não esqueça de colocar também os objetos pontiagudos embalados: alicates, tesourinha e lâmina de barbear;
8.Agora dobre as pernas das calças que estavam para fora, cobrindo assim todas as coisas colocadas na mala.

Dicas úteis

•Roupas sujas devem ser colocadas em saquinhos para não se misturarem às sem uso;
•Leve uma caixinha de costura bem pequena, para pregar um botão que soltou ou disfarçar aquele furinho que você não havia notado antes;
•Personalize a mala, colocando uma etiqueta de identificação ou uma fita colorida, para que ela seja reconhecida facilmente no local de desembarque.

Conteúdo do site uol.

Pacotes de Viagem

O pacote de viagem é a opção mais indicada para quem não quer correr riscos na hora de planejar o roteiro ou escolher uma hospedagem por conta própria.

Além dessas facilidades, os pacotes podem também oferecer passagens aéreas e meios de hospedagem a preços vantajosos, assim como seguro-viagem, mas tudo depende do destino e da época de viagem.

Recife: tudo o que você precisa saber

pacotesmaisbaratos_recife


pacotesmaisbaratos_recife


Recife é um município e capital do estado de Pernambuco, no Brasil. Pertence à Mesorregião Metropolitana do Recife e à Microrregião de Recife. Com uma área de aproximadamente 217km2, está localizado às margens do oceano Atlântico, e possui uma população de 1 546 516 pessoas. É sede da Região Metropolitana do Recife, a maior aglomeração urbana do Norte-Nordeste e quinta maior do Brasil, com 3,7 milhões de habitantes, além de terceira metrópole mais densamente habitada do país, superada apenas por São Paulo e Rio de Janeiro, e quarta maior rede urbana do Brasil em população.

Metrópole mais rica do Norte-Nordeste em PIB PPC, Recife desempenha um forte papel centralizador em seu estado e região, abrigando grande número de sedes regionais e nacionais de instituições e empresas públicas e privadas, como o Comando Militar do Nordeste, a SUDENE, a Eletrobras Chesf, o TRF da 5ª Região, o Cindacta III, o II COMAR, a SRNE Infraero, a TV Globo Nordeste, a Queiroz Galvão, entre outras, além de possuir o maior número de consulados estrangeiros fora do eixo Rio-São Paulo, sendo inclusive a única cidade, com exceção de São Paulo e do Rio de Janeiro, que tem consulado dos Estados Unidos. O Grande Recife é classificado pelo IBGE como uma metrópole regional, e inclui, além da capital pernambucana, mais 13 cidades, concentrando 65 por cento do produto interno bruto estadual. Sua área de influência abrange outras capitais, como João Pessoa, Maceió, Natal e Aracaju.

A cidade do Recife foi eleita por pesquisa encomendada pela MasterCard Worldwide como uma das 65 cidades com economia mais desenvolvida dos mercados emergentes no mundo.16 Apenas cinco cidades brasileiras entraram na lista, tendo o Recife recebido a quarta posição, após São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília e à frente de Curitiba.

Segundo a consultoria britânica PricewaterhouseCoopers, o Recife será uma das 100 cidades mais ricas do mundo em 2020, à frente de cidades como Munique, Nápoles, Shenyang, Amsterdã, Salvador, Fortaleza e Curitiba.17 18

A cidade destaca-se por possuir o maior parque tecnológico do Brasil, o Porto Digital; o segundo maior polo médico do Brasil; o melhor aeroporto do Brasil, o Aeroporto Internacional do Recife; os dois maiores shopping centers do Brasil fora do estado de São Paulo, o RioMar Shopping e o Shopping Recife; o maior PIB per capita e o maior rendimento per capita entre as capitais da Região Nordeste; o nono maior número de arranha-céus das Américas, superada apenas por Nova Iorque, São Paulo, Rio de Janeiro, Toronto, Buenos Aires, Cidade do México, Chicago e Caracas; uma forte indústria de construção civil; e sua região metropolitana, o Complexo Industrial e Portuário de Suape, que abriga o melhor porto do Brasil, o maior estaleiro do Hemisfério Sul, entre outros empreendimentos.

Com um grande potencial turístico e forte vocação para o turismo de negócios, frequentemente a cidade é escolhida como sede de diversos eventos, como simpósios, jornadas e congressos: a Região Metropolitana do Recife foi o terceiro polo de eventos internacionais no Brasil em 2011, atrás somente de São Paulo e do Rio de Janeiro, graças ao desempenho do Recife e de Porto de Galinhas.

Conteúdo do site wikipédia.

Natal: tudo o que você precisa saber

pacotesmaisbaratos_natal
pacotesmaisbaratos_natal

Natal é um município brasileiro, capital do estado do Rio Grande do Norte. Pertence à Mesorregião do Leste Potiguar e à Microrregião de Natal. Com uma área de 167,263 km², é a segunda capital brasileira com a menor área territorial (maior apenas que Vitória), fazendo desta a sexta maior capital do país em densidade populacional, distando 2 507 quilômetros de Brasília, a capital nacional.

Fundada em 1599, às margens do Rio Potenji, a cidade é conhecida mundialmente12 e conta com importantes monumentos, parques e museus e pontos turísticos, como o Teatro Alberto Maranhão e a Coluna Capitolina Del Pretti, no Centro Histórico, além de outras atrações como a Ponte Newton Navarro, o Museu Câmara Cascudo, o Parque da Cidade, o Museu de Cultura Popular, o Parque das Dunas, a Catedral Metropolitana e praias como Ponta Negra e dos Artistas, e eventos de grande repercussão, como a Feira Internacional de Artesanato (FIART), o Carnatal, as festas juninas e as comemorações natalinas. É também conhecida como a “Capital Espacial do Brasil”, devido às operações da primeira base de foguetes da América do Sul, o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, atualmente localizada no município limítrofe de Parnamirim.

Historicamente, a cidade teve grande importância durante a Segunda Guerra Mundial em 1942 durante a Operação Tocha, já que os aviões da base aliada americana se abasteciam com combustível no lugar que hoje é o Aeroporto Internacional Augusto Severo, sendo classificada como “um dos quatro pontos mais estratégicos do mundo”. Abriga três das sete maravilhas do Rio Grande do Norte: a Fortaleza dos Reis Magos, o Frasqueirão, o Morro do Careca. A capital potiguar será também uma das doze sedes da Copa do Mundo de 2014.

De acordo com a estimativa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2012, sua população é de 817 590 habitantes, sendo o vigésimo município mais populoso do país. Sua região metropolitana, formada por Natal e outros nove municípios do Rio Grande do Norte, possui uma população de quase 1,4 milhões de habitantes, formando a quarta maior aglomeração urbana do Nordeste, a décima sexta maior região metropolitana do país e a 388ª maior do mundo.

Conteúdo do site wikipédia.

Powered by WP Robot